Dona do Bar – LUPICÍNIO RODRIGUES

Se for para chorar
Se for para sofrer
Ver meu sonho tão lindo caindo
Querendo morrer

Se for para chorar
Se for para sofrer
Eu não vou entrar mais neste bar
Vou deixar de beber

Eu não vou, eu não vou nunca mais Freqüentar esse bar
Porque os olhos da dona de poucos
Não deixam sair

Se eu preciso ir pra casa mais cedo
Sei que vou chorar
Passo as noites rolando na cama
E não posso dormir

Seus cabelos compridos de longe
Ficam a acenar
Pra voltar em seu bar e beber
Uma nova ilusão

Assistir aos fregueses
Ao entrar e sair lhe beijar
E voltar para casa
Brigando com meu coração

Se for para chorar
Se for para sofrer
Ver meu sonho tão lindo caindo
Querendo morrer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s