Martha Argerich: 80 Year Old SUPER VIRTUOSO!! How Is This Even Possible?

Martha Argerich was born in 1941 is is still playing the most insanely difficult piano music at age 80. Her story is a story one about ferocious natural genius. Argerich performs with such depth and range and emotion and risk-taking that even non-musicians are astounded. She has a photographic memory, able to reproduce music perfectly after a single hearing. Rick Beato

Martha Argerich (Buenos Aires, 5 de junho de 1941) é uma pianista argentina e suiça de ascendência judaica e catalã, considerada um dos maiores exponentes de sua geração e do período pós-guerra, destacando-se por suas interpretações de Frédéric Chopin, Franz Liszt, Johann Sebastian Bach, Robert Schumann, Maurice Ravel e Serguei Prokofiev.

Nascida na Argentina, seus avós maternos eram imigrantes judeus, provenientes do Império Russo e estabalecidos na Colonia Villa Clara (Província de Entre Ríos), uma das colônias agrícolas criadas pelo barão Maurice de Hirsch e pela Jewish Colonization Association. A origem do nome Argerich é catalã (ver Francisco Argerich Batallas ou Francesc Argerich).

A sua aversão à imprensa e à publicidade afastou-a das câmeras durante quase toda a sua carreira, tendo dado relativamente poucas entrevistas. Por isso pode ser menos conhecida do “grande público” do que outros artistas de envergadura semelhante. É largamente reconhecida como uma das maiores pianistas virtuosas de seu tempo. Sua interpretação do grande Concerto para Piano nº 3, de Rachmaninoff (Rach 3), é considerada por muitos como “definitiva”.

Em 2002, o diretor francês Georges Gachot fez um documentário sobre a pianista – Martha Argerich, conversation nocturne (2003),[5] no qual ela conta suas memórias, faz confidências sobre suas dúvidas e transmite seu apetite pela produção musical.

Um dos seus grandes amigos é o pianista brasileiro Nelson Freire, com quem tocou em duo em vários recitais. Argerich também teve uma participação no documentário Nelson Freire (2003), de João Moreira Salles.

Argerich casou-se três vezes: a primeira com o compositor e regente Robert Chen, pai de sua filha mais velha, a violista Lyda Chen. De 1969 a 1973 foi casada com o maestro Charles Dutoit, com quem teve a sua segunda filha, Annie. Também foi casada com o pianista americano Stephen Kovacevich, pai de sua terceira filha, a fotógrafa Stephanie.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s