Esconderam de mim por 32 anos que Paulo Leminski era meu pai, diz músico – UOL TAB (10/06/2021)

Por tudo que lhe aconteceu, se considera uma espécie de filho renegado da vanguarda da contracultura curitibana. O personagem que “sobrou”. “Pode colocar aí: tenho horror a hippies. Sou heavy metal!

Paulo Leminski Neto

Editado em tamanho reduzido, o print de uma certidão de nascimento impresso em “O bandido que sabia latim” (ed. Record), biografia do poeta curitibano Paulo Leminski Filho, tomou proporções épicas. O documento revela que o escritor registrou como seu filho uma criança que nunca fora chamada pelo nome averbado, Paulo Leminski Neto. Até a publicação da biografia, em 2001, o cidadão registrado acreditava se chamar Luciano da Costa.

“Esconderam de mim por 32 anos que Paulo Leminski era meu pai”, diz Luciano, ou Lucky, que é músico e tem agora 53. Nascido em Curitiba em 31 de janeiro de 1968, Lucky conta que a mãe e o padrasto o registraram de novo, em 1976, com outro nome, quando decidiram matriculá-lo na escola. Os motivos que levaram o casal a perpetrar a falsidade ideológica nunca foram inteiramente esclarecidos: “Durante 8 anos, eles me chamaram de Kiko ou ‘menino’, e me privaram do convívio com outras crianças”, lembra o músico, que cresceu no Rio. Vinte anos depois de descobrir sua identidade, Lucky ainda sente dificuldade de superar a desconsideração dos envolvidos em uma história que, segundo diz, interessava a todos, menos a ele.

No momento, Lucky está desempregado, “vivendo de favor”. Diz que sofre bullying de pessoas que não acreditam que ele é filho de Paulo Leminski. Cantor metaleiro, ele toca guitarra e participou de duas bandas, “Robertinho do Recife e Metalmania” e “X-Rated”. “Toquei no Rock in Rio e, em diferentes momentos, abri shows das bandas americanas ‘Faith no More’, ‘Korn’ e ‘Quiet Riot’.”

Por tudo que lhe aconteceu, se considera uma espécie de filho renegado da vanguarda da contracultura curitibana. O personagem que “sobrou”. “Pode colocar aí: tenho horror a hippies. Sou heavy metal!”… – Veja mais em https://tab.uol.com.br/colunas/paulo-sampaio/2021/06/10/esconderam-de-mim-por-32-anos-que-paulo-leminski-era-meu-pai-diz-musico.htm?cmpid=copiaecola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s