FERNANDO PELLON & NADINHO DA ILHA – Carne No Jantar

Um dos discos mais obscuros, esquecidos e geniais da música brasileira é Cadáver Pega Fogo Durante o Velório. Gravado em 1983, foi alvo de censura e tinha apenas nove faixas, todas assinadas por Fernando Pellon. Os sambas, interpretados por Cristina Buarque (irmã de Chico), Nadinho da Ilha, Synval Silva e outros, falavam basicamente de tragédias urbanas: suicídios, traições, crimes, doenças e atropelamentos. O disco é, por assim dizer, uma versão cantada do jornal Notícias Populares – aquele que, espremido, vertia sangue. Texto extraído do blog “A Trincheira.”

Disfarça e olha, um homem acaba de ser atropelado.
Disfarça e olha, por azar deu pra perceber a placa do carro.
Disfarça e olha, seu sangue tingindo de morte o asfalto no chão.
Disfarça e olha, que a cena é de cortar o coração.
Disfarça e olha, e sai de fininho que é pra não dar na pista.
Disfarça e olha, eu não quero me envolver com a polícia.
Disfarça e olha, com cuidado para não se impressionar.
Porque amor, hoje tem carne no jantar,
Que eu suei pra comprar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s